O Barato de Iacanga

Começa hoje repescagem do In-Edit Brasil

In NEWS by NEWS BRASIL0 Comments

Alguns dos principais destaques da programação da edição 2019 do In-Edit Brasil voltam a partir de hoje. Todas as sessões acontecerão no CineSesc, do dia 27/6 ao dia 3/7, sempre às 19h, com ingressos nos valores da sala: R$ 12 (inteira), R$ 6 (meia), R$ 3,5 (comerciários).

PROGRAMAÇÃO:

27.06 – QUINTA-FEIRA | 19H

O BARATO DE IACANGA

Filme vencedor do prêmio do júri.

Em plena ditadura militar, o Brasil teve um Woodstock para chamar de seu. O ano era 1975 e o jovem Antônio Cecchin Jr, o Leivinha, resolveu organizar um festival na fazenda de sua família, em Iacanga (SP). Na primeira edição nomes como Os Mutantes, Som Nosso de Cada Dia e Jorge Mautner fizeram a festa. Com um hiato de seis anos, o denominado Festival de Águas Claras foi retomado e reuniu grandes nomes da música brasileira, em três mais edições.

O filme, dirigido por Thiago Mattar, nos traz esta aventura um tanto quanto perigosa: lidar com milico sempre envolve algum risco. Com muitos depoimentos e imagens de arquivo, temos um belo retrato de uma história de ativismo político.

28.06 – SEXTA-FEIRA | 19H

RYUICHI SAKAMOTO: CODA

Ante um momento tão crítico, com o diagnóstico de um câncer na garganta, o pianista japonês Ryuichi Sakamoto interrompe sua carreira e compartilha com a câmera reflexões sobre sua vida artística e suas preocupações sociais.

Sakamoto reavalia sua carreira desde sua fase eletrônica, com a Yellow Magic Orchestra, na efervescente Tóquio dos anos 1970, passando por trilhas sonoras de grandes filmes e seus momentos entre celebridades, até os projetos especiais que compôs em resposta ao 11 de setembro e a guerra no Iraque.
Um artista frente ao passado, presente e futuro que continua se divertindo como uma criança frente a cada descoberta sonora.

29.06 – SÁBADO | 19H

RUDEBOY: THE STORY OF TROJAN RECORDS

O mítico selo Trojan Records colocou a Jamaica no mapa do mundo da música. Entre o documentário e a recriação cinematográfica, “Rudeboy” é a história do mais famoso selo discográfico de música jamaicana de todos os tempos – e também do idílio entre a classe trabalhadora britânica e os ritmos surgidos nos guetos de Kingston, em Londres.

Do caminhão com que Duke Reid circulava com seu sound system às grandes gravações históricas a cargo de gente como Dandy Livingstone, Lee Perry, Toots & The Maytals, Desmond Dekker, Bunny Lee, Derrick Morgan, “Rubeboy” nos brinda com o mais emblemático dos ritmos jamaicanos.

30.06 – DOMINGO | 19H

DORIVAL CAYMMI – UM HOMEM DE AFETOS

Filme vencedor do prêmio do público e do prêmio especial do júri.

Um painel íntimo e familiar do grande mestre da música brasileira. Dorival Caymmi, junto com Jorge Amado e Carybé, foi um dos responsáveis pela definição da Bahia no século XX dentro do imaginário brasileiro. Além disso, o compositor se tornou um dos monstros sagrados da música brasileira, influenciando gerações de cantores, compositores e instrumentistas.

Neste filme, a diretora Daniela Broitman traz um retrato íntimo e familiar de Dorival Caymmi. A partir de uma entrevista inédita, em que ele se diverte com seus próprios “causos”, somos guiados a reflexões filosóficas, que serviam como tema para suas músicas. Ao desvendar sua alma, seu processo criativo, suas paixões e seus dissabores, a narrativa diz algo universal sobre o que é ser um poeta da vida.
01.07 – SEGUNDA-FEIRA | 19H

THE KING

Elvis Presley como metáfora definitiva do sonho americano e também de seus desenganos.

O premiado diretor Eugene Jarecki, conhecido por seus documentários políticos, convida músicos, atores, jornalistas e gente comum a subir a bordo do Rolls Royce do astro para fazer um paralelo entre a história dos EUA no início da era Trump e a trajetória do Rei do Rock.

Ethan Hawke, Alec Baldwin, Mike Myers, Rosanne Cash, Chuck D, Greil Marcus, entre tantos outros, embarcam neste road movie atípico. Um filme que analisa a grandeza e as misérias de uma nação e de um ícone pop.

02.07 – TERÇA-FEIRA | 19H

BAD REPUTATION: A DOCUMENTARY ABOUT JOAN JETT

Joan Jett é uma verdadeira bomba. Aos 13 anos conseguiu uma guitarra e passou meses tentando tirar um som do instrumento. Quando conseguiu, formou The Runaways com quatro garotas e obteve enorme sucesso.

Mas a artista não queria interpretar o papel de “Lolita do Rock” que lhe estava reservado e montou sua própria banda: The Blackhearts. Com sucessos como “I Love Rock and Roll” e “Bad Reputation”, sua carreira explodiu e ela se tornou um símbolo de sua geração. O que pouca gente conhece é seu lado ativista e como produtora de diversas bandas – da Bikini Kill, por exemplo.

03.07 – QUARTA-FEIRA | 19H

MILES DAVIS: BIRTH OF COOL

Miles Davis é um grande nome da música do século XX. Foi quem mudou os rumos do jazz inúmeras vezes, revelou nomes importantíssimos na história da música – como John Coltrane, Ron Carter, Herbie Hancock, Wayne Shorter, Art Blakey e Chick Corea – levou o jazz às massas na Ilha Wright e foi o porta-voz de diferentes gerações.

Em resumo, Miles é simplesmente um divisor de águas. De muitas águas. Neste documentário vemos os grandes momentos – e também os baixos – de sua trajetória.

Leave a Comment


*